Transferências e transformações de energia

Transferências e transformações de energia

Diariamente observamos várias manifestações de energia e, consequentemente, transferências de energia (passagem de energia de um sistema para outro). Por exemplo, quando um carro de bebe é empurrado numa superfície horizontal, transfere-se energia para o carrinho. Esta energia manifesta-se sobre a forma de energia cinética. Assim, numa transferência de energia, a energia transfere-se de um sistema designado por fonte para outro sistema designado recetor, ou seja, a fonte cede energia e o recetor recebe energia. Esta energia não se cria nem se perde, porém transfere-se entre sistemas e mantem-se constante.

 

-Lei da Conservação da Energia

Antes de tudo, para se conseguir perceber melhor as transferências de energia, vou dar um exemplo do dia a dia. Um carro, que é o recetor de energia, utiliza um combustível para fazer o motor funcionar. A parte da energia que é utilizada para fazer o carro se mover é a energia útil. Contudo, outra parte é utilizada para o aquecimento de peças, que é a energia dissipada. Assim, nem toda a energia fornecida ao carro é utilizada para fazer o carro mover-se.

Assim, pela Lei da Conservação da Energia, a energia elétrica fornecida é igual à energia útil mais a energia por ele dissipada.

 

-Rendimento de um aparelho

O rendimento de um aparelho é a medida da eficiência energética. Calcula-se pelo quociente entre a energia útil e a energia fornecida e exprime-se em percentagem.

Quanto maior for a parcela de energia que o aparelho transforma de forma útil relativamente ao total de energia que lhe é fornecida maior será a rentabilidade do aparelho.

 

Deixe um comentário