Simulador de energia

Simulador Energia ERSE

Novo simulador ajuda a saber se tem potência a mais em casa

A ERSE lançou um novo simulador que permite aos consumidores escolherem a potência de eletricidade mais adequada ao seu consumo. Baixar a potência permite poupar a partir de 22 euros por ano.

 

 O IVA da eletricidade vai descer de 23% para 6%, mas apenas nos contratos com uma potência contratada de 3,45 kVa. O ministro do Ambiente já exortou as famílias portuguesas a “contratar uma potência mais baixa para usufruírem do desconto no IVA”, a partir de 1 de julho, mas poucos responderam à chamada de João Matos Fernandes.

A questão que se coloca é saber se 3,45 kVa de potência são suficientes para o seu dia-a-dia, evitando “um apagão em casa”? Para ajudar na hora de decidir, a ERSE disponibiliza a partir desta quarta-feira um novo simulador de potência contratada. Mesmo que não consiga “manter as luzes acesas” com a potência usada pelo ministro do ambiente, a nova ferramenta do regulador do setor energético permite saber se a que usa não é excessiva. Se for, e optar por baixar, pode beneficiar de poupanças superiores a 22 euros por ano.

 A potência contratada escolhida pelos consumidores no momento de celebrar um contrato de eletricidade representa um custo fixo na fatura mensal, que varia consoante o escalão contratado e que pode ir dos 1,15 kVA a 41,4 kVA. Quanto maior o escalão, mais equipamentos e de maior consumo podem ser ligados simultaneamente, mas o preço cobrado também é mais elevado.

 Aquilo que o novo simulador da ERSE vem fazer é ajudar os consumidores com potências contratadas até 10,35 kVA (há sete escalões) a perceberem se as que escolheram são adequadas ao seu perfil de consumo ou se é possível optar por uma potência mais baixa, com um custo associado mais barato.

Na apresentação da nova ferramenta que decorreu nesta terça-feira, Cristina Portugal, presidente da ERSE, salientou que a criação de simuladores como este “permitem ao consumidor exercer melhor o seus direitos” e são uma “ajuda para as suas escolhas”

“Se o consumidor conseguir baixar um escalão na sua potência contratada, poderá conseguir uma poupança de pelo menos 22 euros por ano“, diz a Cristina Portugal, acrescentando que essa poupança ainda poderá ser maior caso reduza a potência contratada até 3,45 kVA, beneficiando da diminuição da taxa de IVA de 23% para 6% a partir do dia 1 de julho. De acordo com a ERSE, os escalões de potência mais frequentes são precisamente os de 3,45 kVA, abrangendo 45% dos consumidores (2,8 milhões), seguindo-se a potência de 6,9 kVA com 25% de quota (1,6 milhões de consumidores).

Como funciona esse novo simulador?

O primeiro passo que o consumidor tem de fazer é identificar os equipamentos elétricos que usa simultaneamente. Como ponto de partida, o simulador apresenta cinco exemplos de utilização correspondentes a cinco escalões de potência contratados diferentes, que vão de 3,45 kVA a 10,35 kVA.

Posteriormente, poderá adaptar os exemplos ao seu caso concreto, adicionando ou excluindo equipamentos, assim como editar a quantidade e a potência de cada um.

Se nenhum dos exemplos predefinidos for próximo da situação específica do consumidor, este pode optar pelo caso “personalizado” e começar com uma lista vazia de equipamentos.

Tendo escolhido entre um dos cinco exemplos predefinidos ou o caso “personalizado”, segue-se a escolha dos equipamentos elétricos, os quais estão organizados por sete categorias: cozinha, lavagem e secagem, sala e escritório, iluminação, mobilidade elétrica, outros.

Em cada categoria pode adicionar ou eliminar equipamentos. Pode ainda definir a quantidade de cada equipamento ou alterar o respetivo valor de potência. Por defeito, os equipamentos da lista têm sempre um valor de potência predefinido.

Após a introdução de todos esses dados, são apresentados os resultados da simulação. Nesta constam o escalão de potência contratada recomendado, a potência do conjunto dos equipamentos usados ao mesmo tempo, o peso da potência dos equipamentos na categoria e a potência dos principais equipamentos usados ao mesmo tempo.

Além do escalão de potência recomendado, o simulador quantifica ainda o impacto na fatura se o consumidor decidir aumentar ou baixar o escalão de potência contratada.

De salientar que a mudança de escalão da potência contratada é gratuita, sendo para tal apenas necessário contactar o comercializador que posteriormente se encarrega de fazer essa alteração.

Fonte: https://eco.sapo.pt/2019/05/29/novo-simulador-ajuda-a-saber-se-tem-potencia-a-mais-em-casa/

About the author: valdez79

Leave a Reply

Your email address will not be published.

5 × 1 =